Arte, arquitetura e o aço.
Arte, arquitetura e o aço.

Arte, arquitetura e o aço.

Em agosto foi lançado o livro de Edo Rocha: Arte, Arquitetura e o Aço. Nessa obra o autor retrata sua experiência enquanto artista plástico e arquiteto e a utilização do ferro, aço e aço inox em seus projetos, que também inspiraram outros artistas, arquitetos e designers.


No livro Edo Rocha faz uma breve reconstituição da história do ferro, desde o momento em que esse metal e o aço começaram a ser usados na arte e na arquitetura das mais admiráveis maneiras, acompanhando o processo de evolução do ser humano desde os seus primórdios.


O ferro e o aço encontram-se entre os raros materiais a evoluir em todos os níveis do trabalho humano, com lances sempre surpreendentes. Eles moldaram-se continuamente através dos tempos, gerando inúmeras aplicações ao longo da História.


Edu Rocha, em uma de suas entrevistas, demonstra um interesse muito mais que profissional pelo aço. É quase uma paixão. Sentimento que entendemos bem e gostaríamos de tentar refletir aqui o motivo de sua existência.


Vamos enumerar algumas das vantagens de trabalhar com o aço como recurso criativo e produtivo:


- Confiabilidade e precisão: O aço é uniforme, homogêneo, com limites de ruptura e módulo de elasticidade bem definidos.


- Livre de sujeiras: O aço não produz entulhos.


- Fácil de aplicar e montar: Sua instalação não exige a mobilização de outras obras pois suas peças são montadas de forma precisa e são fabricadas fora da obra. Além disso, é muito leve e suas dimensões podem ser elaboradas para ocupar o mínimo de área útil possível.


- Fácil de desmontar e reaproveitar: Sua flexibilidade permite seu transporte fácil para outros lugares e com mão de obra especializada, a retirada também é rápida. E o melhor, é 100% reciclável e pode passar por indefinida quantidade de reciclagens, sem perda de qualidade.


- Resistência: O aço é extremamente resistente à corrosão, e se pintado, podem durar ainda mais. Resiste também à tração, choques bruscos, tensões e compressão. Essas vantagens podem ser notadas também no produto final, depois do acabamento, não só durante a fabricação de peças. Ou seja, aço é só vantagem, do começo ao fim e Eduardo Rocha está aí para atestar que quem confia no aço tem sempre à mão as melhores soluções.

leave a comment