Capital de giro

BNDES cria linha direta de capital de giro com R$ 5 bi em 2017

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) anunciou no início de janeiro a abertura de uma linha de crédito de capital de giro.

 

Segundo a presidente do banco, Maria Silvia Bastos Marques, o objetivo é fazer frente à redução da oferta de crédito do sistema bancário nesta modalidade. A mudança faz parte da nova política de concessão de crédito.

 

A nova modalidade de crédito para capital de giro tem orçamento de R$ 5 bilhões e vigência, a princípio, até o final de 2017. O valor mínimo de financiamento é de R$ 10 milhões por operação.

 

“A linha de capital de giro do BNDES já existia. Nós a reativamos há alguns meses com outras condições. A novidade é que ela passa a ser oferecida também na modalidade direta, sem a intermediação de agentes financeiros. Essa linha direta é que não exista. O banco nunca fez capital de giro de forma direta”, explicou a presidente do banco.

 

O capital de giro é o dinheiro usado pela empresa no dia a dia, para pagar funcionários e fornecedores. Ele é essencial para cobrir eventuais descasamentos entre prazos de recebimentos e pagamentos e garantir a liquidez das empresas.

 

A falta de caixa para as contas do dia a dia é uma das principais causas do fechamento de empresas.

 

E já que o assunto é crédito, reforçamos que a Prol trabalha com várias linhas de créditos.


Nossos parceiros: Proger; FCO; Caixa Econômica Federal; Banco do Brasil; Bradesco; Santander. Cartão de crédito 12x sem juros (Visa/Mastercard).

 

Financie seu projeto com Cartão BNDES em até 48x. Solicite um orçamento: http://snip.ly/v2n38

 

 

Fonte: Supermercado Moderno

Linha de crédito BNDES Prol

BNDES lança nova linha de financiamento.

Crédito abrangerá empresas de todos os portes e setores e terá prazo máximo de 60 meses, com carência de 24 meses.

 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou, no início do mês (segunda-feira dia 4), o lançamento do BNDES Soluções Tecnológicas, linha de financiamento cuja estrutura operacional será análoga ao Finame - crédito voltado à aquisição de máquinas e equipamentos. Vale para empresas de qualquer porte, atividade e região do País.

 

Segundo o BNDES, a taxa de juros será definida conforme o porte da empresa. No caso de micro, pequenas e médias, o custo será formado pela Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), hoje em 6%, mais 1,5%, além de 0,1% de intermediação financeira. A participação máxima da instituição será de 70% dos itens financiáveis.

 

Para empresas médias-grandes e grandes, o custo será a TJLP acrescida de 1,2%, mais 0,5% de intermediação financeira. Neste grupo, a parcela máxima do BNDES no financiamento será de 50%.

 

Em ambos os casos, o prazo total máximo será de 60 meses, com previsão de 24 meses de carência. A iniciativa está na fase de credenciamento de fornecedores.

 

"Com o novo produto, o banco pretende aumentar a taxa de inovação das empresas brasileiras, estimular o mercado nacional de desenvolvimento de tecnologias, aumentar a competitividade das empresas brasileiras demandantes de tecnologia e alinhar as práticas dos fornecedores de soluções tecnológicas às necessidades estratégicas do mercado", informou a instituição de fomento em nota.

 

Além do financiamento ao serviço de aplicação ou customização da tecnologia, poderão ser financiados itens como testes, ensaios, certificações, modificações de layout para melhoria do processo organizacional, treinamentos para o usuário final da tecnologia, dentre outros.

 

O financiamento terá como foco a comercialização de tecnologias que já se encontrem disponíveis para aplicação. O BNDES esclarece que a pesquisa e o desenvolvimento de novas tecnologias já contam com outros instrumentos de apoio do banco. "O produto preenche uma lacuna na gama de instrumentos financeiros disponibilizados pelo BNDES para investimentos em inovação", segundo o banco.

 

A Prol trabalha com várias linhas de crédito em parceria com Proger, FCO, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Bradesco. Financie seu projeto também com cartão BNDES aqui na Prol em até 48 vezes. Consulte-nos e solicite maiores informações aqui http://prolmoveis.com.br/fale-conosco/

 

Fonte: Diário do Comércio - Inovação